• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Parceiros
  • Resenhas
  • Contato
  • A Cidade dos Espelhos - Justin Cronin - Editora Arqueiro!!







    A Cidade dos Espelhos começa alguns anos depois do segundo livro, cerca de vinte anos após os acontecimentos finais, após os doze terem sido destruídos, sendo assim, todos ficam com uma sensação de segurança, afinal o mundo agora está livre dos virais. Assim a humanidade tenta de alguma maneira viver fora das fortalezas, viver fora dos grandes muros, mas isso realmente é uma ilusão, um grande erro, pois de alguma maneira Fanning, o Zero, está vivo e ainda pretende se vingar e se prepara para por em prática o seu plano e atacar.

    A história dá vários saltos de tempo, mostrando como toda a sociedade vai se adaptando a nova realidade, cada personagem tomou um rumo, escolhendo assim o próprio destino, que nem sempre são escolhas certas.
    Nossos protagonistas, como Peter, já não são mais jovens, alguns agora são adultos e outros idosos, eles passam a liderar a sociedade, são grandes líderes da colônia em Kerville, no Texas, uma das últimas aglomerações de pessoas na América, a qual está com superlotação, Amy desapareceu na explosão contra Os Doze e todos acreditam que tenha morrido, Alicia fugiu sem dar notícias e as crianças, Caleb e Kate, já não são mais crianças, cresceram e estão mais inteligentes e fortes.
    A história volta no tempo, vinte e oito anos antes de toda tragédia, assim vamos conhecer a história de Fanning, o Zero, no momento em que está prestes a entrar na faculdade e quando também conhece Jonas Lear, vemos todas as circunstâncias que o fizeram se tornar Zero, assim como seus objetivos, onde mostra suas motivações após esses acontecimentos e o provável motivo dele estar na situação atual, uma história bem interessante. Quando a sociedade se dá conta de que o mal não foi embora, já é tarde demais, começa a guerra pela sobrevivência da raça humana, que se encontra em desvantagem, pois o inimigo passou os últimos vinte anos preparando um exército, observando, estudando e preparando novas estratégias, enquanto os humanos apenas levavam normalmente as suas vidas, baixavam suas defesas e não se preparam para qualquer ataque inesperado.
    Ação, tensão, terror e medo voltam com tudo, decisões precisam ser urgentemente tomadas e fugir da batalha e do inimigo está fora de questão, é necessário derrotar o mal de uma vez por todas. Logo temos vários acontecimentos com muitos personagens que conhecemos entre eles Amy, nossa queridinha, Alicia, Sara, Michael e Hollis, no decorrer dos acontecimentos todas as dúvidas que tínhamos ao longo de toda a série vão sendo esclarecidas.
    O autor Justin Cronin é genial e nos presenteou com uma história incrível, surreal e inesquecível, nesse terceiro e último livro da série todas as coisas foram se encaixando sem deixar nenhuma ponta solta, o autor criou a melhor trilogia pós-apocalíptica de todas e sabemos que sua filha um dia pediu para o pai que criasse uma história onde uma garotinha salvasse o mundo, Amy é essa garota.
    Com personagens incríveis e um final épico para uma trilogia perfeita, só posso recomendar essa série para os fãs do gênero o os que ainda não são fãs.















    Segue abaixo a sinopse do livro:










    Sinopse: A Cidade dos Espelhos - A Passagem # 3 - Justin Cronin








    Num futuro em que todas as regras foram mudadas, é hora de cada um encontrar o próprio destino. Ano 100 D.V.: após a destruição dos Doze e de seus Muitos, nenhum viral foi visto nos últimos três anos. As fortalezas que protegiam os últimos humanos dos infectados começam a parecer desnecessárias.
    Na República do Texas, as vigílias constantes já não encontram inimigos e o controle de natalidade se mostra um contrassenso quando há todo um continente vazio à espera de ser repovoado.
    Com novas demandas do povo surgindo a cada dia, o presidente Peter Jaxon decide levar adiante a ideia de abrir os portões da cidade fortificada e dar início à reconstrução do que um dia foi um país de milhões de habitantes.
    Mas a atmosfera de calmaria é apenas parte de um plano maligno. Fanning, o Zero, aquele que deu início ao caos, esteve pacientemente aguardando em sua eternidade pelo momento em que as vítimas finais baixariam a guarda. Seu exército está pronto e, em suas fileiras, as armas são garras e presas e a motivação é a sede de sangue.
    Para fechar essa tão esperada trilogia, Justin Cronin construiu um conto de sobrevivência e fé, em que os limites entre o bem e mal são postos à prova e um questionamento inquietante permeia cada página: o que nos torna humanos, afinal?
    Amy Harper Bellafonte. A Garota de Lugar Nenhum. Para derrotar os Doze e salvar as pessoas que amava, ela abriu mão de sua humanidade e se transformou num viral, uma criatura sedenta por sangue. Depois disso, ninguém sabe o que aconteceu com ela.
    Porém seu sacrifício pode não ter sido suficiente. Anos se foram e antigos perigos estão de volta.
    Sem Amy e a força de sua bondade, como será possível resistir aos ataques do inimigo?
    Neste fim emocionante de uma saga épica que percorre continentes e narra um milênio da história de uma humanidade diante da destruição e da redenção, Justin Cronin nos mostra o mundo que temos e um que poderíamos ter e nos põe diante do desafio de permanecer humano quando ceder ao mal se mostra a opção mais fácil.






    Sobre o autor:


    Justin Cronin nasceu e foi criado na Nova Inglaterra. Concluiu a  graduação em Harvard e hoje é professor da Rice University. Vencedor do  PEN/Hemingway em 2002 com Mary and O’Neil, é também autor de The Summer  Guest, lançado em 2004. Suas obras de ficção lhe renderam, ainda, os  prêmios Stephen Crane, Whiting Writers’ e Pew Fellowship. A passagem,  primeiro livro de uma trilogia, marca um novo momento em sua carreira e  teve os direitos de adaptação para o cinema adquiridos pela Fox 2000. A  história chegará às telas com direção de Ridley Scott. Cronin mora em  Houston, no Texas, com a esposa e os filhos.










    8 comentários :

    1. Gostei da resenha Marco. Li o primeiro livro dessa trilogia e achei bem interessante. Abraço!

      www.newsnessa.com

      ResponderExcluir
    2. Maravilhoso né... Eu amei este livro!! Encerrou com chave de ouro a trilogia ♥
      Adorei!

      Bjks

      ResponderExcluir
    3. Oi Marco, tudo bem?
      Eu já estuo com essa trilogia na lista, li uma resenha da Sil do Blog Prefácio que me contagiou. Você me deixou mais animado ainda para ler. Já vi que vai ser incrível. Adorei sua resenha.
      beijinhos.
      cila.
      http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    4. Olá, Marco.
      Esse foi o primeiro livro que li no ano e comecei bem. Foi um dos melhores do ano. O autor foi sensacional e fechou a trilogia perfeitamente. Uma das melhores trilogias que já li.

      Prefácio

      ResponderExcluir
    5. Mais uma trilogia que deve ser lida tamanha riqueza do livro. Até pq o titulo chama muito atenção dando um tom sombrio a historia e lendo a resenha não resta duvida que será tenso.

      ResponderExcluir
    6. Cronin! O grande!
      Li o primeiro livro do autor já tem um bom tempo e não tive como não me apaixonar por A Passagem.
      Apesar de ser um livro bem grande, me recordo que li num fôlego só, o autor não te deixa nem piscar!rs
      Quero muito poder terminar a trilogia.
      Beijo

      ResponderExcluir
    7. Que legall! Adorei a resenha, despertou interesse pois amo distopias e zumbis e coisas do tipo, esse vai pra listinha heheh.

      ResponderExcluir