• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Parceiros
  • Resenhas
  • Contato
  • A Ilha Perdida - Maria José Dupré - Editora Ática!!



    Sinopse:
    Eduardo e Henrique resolvem explorar uma misteriosa ilha e descobrir se as histórias que ouvem sobre o lugar são reais. 
    Acabam se envolvendo em uma grande aventura em que um velho sábio ensina o respeito e o amor à natureza.
    Um clássico da literatura juvenil brasileira.

























    Resenha:

    A Ilha Perdida foi um dos primeiros livros que eu li, isso aos 9 anos de idade, e desde então não parei mais de ler. Sempre desejei ter a coleção da Série Vaga-Lume, até o momento não consegui, mas ainda está nos meus planos. 
    Aqui acompanhamos a história de dois irmãos, Henrique e Eduardo, de doze e quatorze anos, eles moram em São Paulo e vão passar as férias na fazenda de seu padrinho perto de Taubaté, onde morava os dois primos, Quico e Oscar.  
    Quico e Oscar sempre subiam ao morro mais alto da fazenda e sempre ficavam observando uma ilha que na fazenda chamavam de Ilha Perdida, solitária e verdejante, parecia mesmo perdida entre as águas volumosas. Quico e Oscar informam para Henrique e Eduardo que Bento, que era filho da cozinheira Eufrosina, sabia um pouco mais sobre a ilha. Após uma conversa com Bento a curiosidade dos meninos aumenta ainda mais. 
    Um dia Henrique, que andava sozinho até mais abaixo da fazenda, voltou nervoso para casa e segredou no ouvido de Eduardo que tinha encontrado uma canoa abandonada com uma corda velha e assim decidiram ir escondidos para a ilha. Para que isso ocorresse contaram uma mentira, falando que iriam numa fazenda vizinha, assim no outro dia eles partem para uma aventura inesquecível. 
    Eles enfrentaram algumas dificuldades até chegar na ilha, mas felizmente conseguiram, admirados com a beleza da ilha resolveram explorá-la, andaram o dia inteiro e esqueceram da hora, cansados perceberam que já era tarde e que teriam que voltar, mas acabaram se perdendo e quando encontram o lugar onde haviam deixado a canoa já era muito tarde e resolveram ficar na ilha aquela noite, o que eles não esperavam era uma enchente naquele dia que infelizmente levaria a canoa deles e os deixariam presos na ilha. 
    Agora Henrique e Eduardo estavam abandonados na ilha e sem ter como voltar pra fazenda. Henrique teve a ideia de fazer uma jangada e resolveram caminhar para encontrar cipós e paus, assim eles chegam em uma prainha e resolvem ficar ali para trabalharem na jangada, mas para não perderem tempo iniciam os trabalhos de imediato, mas Eduardo volta para o outro lado da ilha para buscar a corda e alimento que havia ficado lá.  
    Henrique fica na prainha e procura mais paus para a jangada, cansado deitou um pouco para descansar, de repente percebeu uma sombra que se aproximava, levantou-se pensando que era o seu irmão, quando viu um homem desconhecido diante dele, com barba comprida e cabelos pelos ombros, que carregava um lindo papagaio. 
    O homem chamava-se Simão e estava zangado por ter sua ilha invadida, não acreditava na história que Henrique contara a ele, fazendo o acompanhar, deixar para trás a jangada inacabada, e o seu irmão sem nenhuma pista de seu paradeiro. Desta maneira os dois irmãos ficam naquela ilha separados, vivendo situações diferentes e com muitas saudades um do outro. 
    A autora Maria José Dupré conseguiu criar uma história cheia de emoções, ações, aventuras e suspense, em que aborda de uma maneira sutil a importância de preservar o meio ambiente e respeitar os animais, é claro que algumas coisas que acontecem no decorrer da história incomodam, como a demora para irem atrás do paradeiro das crianças para resgatá-las, mas o foco da autora claramente é outro e naquela época as coisas eram bem diferentes, mas não deixa de ser um ótimo livro infantil. Possui uma linguagem clara e objetiva, além de trazer uma mensagem positiva e educativa em sua conclusão, além de ter algumas ilustrações que deixam as crianças estimular suas imaginações apor meio dos desenhos. Um livro que certamente ajudará as crianças a se apaixonarem pela literatura. 



    Trilha sonora da resenha:






    Sobre a autora:


    Nascida na fazenda Bela Vista, na época município de Botucatu, era filha de Antônio Lopes de Oliveira Monteiro e de Rosa de Barros Fleury Monteiro.
    Maria José foi alfabetizada pela mãe e seu irmão mais velho. Ainda em Botucatu, estudou música em aulas particulares e pintura no Colégio dos Anjos. Sua formação literária, contudo, deu-se antes mesmo da frequência na escola: seus pais, apesar de não serem ricos, mantinham o hábito da leitura e ainda menina já tinha travado contato com livros clássicos portugueses e mundiais, de autores como Eça de Queiroz, Leão Tolstoi, Nietzsche, Rimbaud, Goethe e muitos outros.
    Mudou-se para a cidade de São Paulo, onde cursou a Escola Normal Caetano de Campos, formando-se professora. Sua vida na literatura começa após casar com o engenheiro Leandro Dup.







    40 comentários :

    1. Oi, tudo bem? Este clássico é maravilhoso. Sua resenha ficou excelente. Abraço!

      https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    2. Oi
      Adorei a resenha, e apesar de não ter lido essa série quando menor estou lendo várias resenhas dos livros esses dias e parecem ser interessantíssimos.

      Beijinhos
      http://focadasnoslivros.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Thayná,

        Fico feliz que tenha gostado da resenha, se tiver oportunidade leia não só esse livros da série vaga-lume mas também os demais.


        Bjs.

        Excluir
    3. Oi Marco.
      Se você soubesse o quanto me senti feliz ao ver este livro por aqui... Nossa esse foi o primeiro livro que me fez realmente adentrar a história, velejar com ela, ter a sensação de estar lá naquela ilha. E como você também tinha nove anos quando li. Amo demais esse livro, foi ele o responsável por me fazer amar a leitura.
      Obrigada por me proporcionar essa linda lembrança.
      Abraço.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Lia,

        Que legal, acho que muita gente foi incentivado pelos livros da série vaga-lume, vou resenhar outros livros da série aqui.

        Abraço.

        Excluir
    4. Nossa, lendo sua resenha fui transportada ao passado, para a época que eu lia a coleção. Adorei!!!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá minha amiga Marli,

        Que legal, isso aconteceu comigo também, muito bom é?


        Excluir
    5. Marco!
      Que saudades me deu da infância...
      Li esssa coleção toda e A ilha perdida e O escaravelho do Diabo foras os meus preferidos, embora tenha gostado de todos.
      Amei Engenheiros do Havaí também.
      cheirinhos
      Rudy

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Rudy,

        Ótimas lembranças da infância, uma aventura melhor do que a outra, fico feliz que também tenha gostado da trilha sonora.

        Bjs.


        Excluir
    6. Olá...
      Gostei de acompanhar suas impressões a respeito da leitura, porém, não é uma leitura que me desperta o interesse, pois, não curto muito o gênero a qual ela se encaixa... Sendo assim, prefiro passar a dica.
      Bjo

      http://coisasdediane.blogspot.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Diane,

        Entendo, uma pena, algumas dessas histórias abordam assuntos importantes, mas é uma questão de gosto, mas se puder leia ão vai se arrepender.


        Bjs.

        Excluir
    7. Engenheiros!!! Amoooo!!!
      Ah, eu sempre vou caçar a trilha sonora primeiro(não me julgue..rs)
      Eu li esse livro faz tanto tempo que deu aquele calorzinho no coração só de pensar nisso.
      Essa coleção fez e faz parte de nós há tanto tempo né??
      Nossa....
      Amei muito tudo isso!
      Beijo

      Angela

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Angela,

        você sempre está atenta na trilha sonora aqui no blog, também gosto demais dos Engenheiros.
        acho que os livros dessa série mexe com os corações da maioria dos leitores.....kkkk.

        Bjs.

        Excluir
    8. Eu nao conhecia esse livro. Na realidade e a primeira vez que vejo algo sobre ele, mas gostei da premissa. Classico nao e muito mei tipo de leitura, mas que bom que curtiu. Eu adorei as ilustrações.

      Abraços
      Emerson
      https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Emerson,

        Nossa, não acredito que ainda não conhecia esse livro, mas se tiver oportunidade leia, tenho certeza que vai gostar.

        Abraço.

        Excluir
    9. Que nostálgica essa resenha para você, né? Tem alguns livros que realmente são para ficar na história, morando em nosso coração. Eu nunca li esse livro, mas já gostei pelas mensagens de preservação e aventura que passam.
      Bjks!

      Mundinho da Hanna
      Pinterest | Instagram | Skoob

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Hanna,

        Realmente é uma nostalgia só, os livros dessa série estão na memória de muitos.


        Bjs.

        Excluir
    10. Oie!
      Só li apenas um livro da série Vagalume, mas lembro que gostei bastante!
      Esse eu não conhecia, mas achei a premissa muito interessante :D

      Estante Bibliográfica

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Laura,

        Se tiver oportunidade leia os demais da série, você vai gostar.


        Excluir
    11. Acho que fui uma das poucas leitoras que não leu a série Vagalume kkk
      Beijos
      Balaio de Babados

      ResponderExcluir
    12. Olá, Marco.
      Foi muita coincidência termos publicado sobre livros da vagalume. Eu também queria ter todos na minha estante mas os que encontrei em sebos estavam muito mal conservados e acabei não comprando. Eu li todos que tinha na biblioteca da escola. Esse confesso não estava entre meus favoritos, sempre preferi os do Marcos Rey, mas gosto bastante também.

      Prefácio

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Sil,

        Foi uma coincidência boa, eu pretendo ter essa coleção ainda, Marcos Rey é o melhor.

        Excluir
    13. Oie!
      Quando um livro infantil consegue formar leitores, ele deve ser compartilhado mesmo!
      Lia Vagalume na época de escola, mas parei há muitos anos, não me lembro deste!
      beijos
      http://estante-da-ale.blogspot.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Alessandra,

        Concordo com você, ainda mais quando o livro infantil é nacional.


        Bjs.

        Excluir
    14. Oi, Marco. Tudo bem?
      Nossa! Eu amava esses livros em minha época de escola. A coleção vagalume também, mas não li esse e pela sua resenha é maravilhoso deveria ter lido. Irei procurar para ler e matar a saudade desses livros.

      Beijos, Vanessa
      Leia Pop

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Vanessa,

        A grande maioria das pessoas leu a série vaga-lume, espero que você leia esse e goste.

        Bjs.

        Excluir
    15. Oi Marco, tudo bem?
      Esse livro especificamente não li, mas lembro de outros títulos semelhantes da mesma editoria na biblioteca da escola. Que nostalgia!
      Beijos,

      Priih
      Infinitas Vidas

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Prih, tudo bem e você?

        Realmente é uma ótima nostalgia, se tiver oportunidade leia esse.

        Bjs.

        Excluir
    16. Oi
      eu confesso que eu só conheci essa coleção vagalume pelos blogs, esse livro mesmo não conhecia, mas é uma boa dica, ainda mais para quem quer entrar no mundo da literatura.

      http://momentocrivelli.blogspot.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Denise,

        Que coisa, espero que tenha a oportunidade de ler aluns livros dessa série.


        Excluir
    17. Nossa, eu devia ter mais ou menos a mesma idade que vc quando li esse livro. Lembro que li na escola, a turma toda teve que ler. E eu acabei me apaixonando pela coleção vagalume! Eita, saudade boa!

      =)

      Suelen Mattos
      ______________
      Romantic Girl

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Suelen,

        Que legal, tenho a impressão que naquela época as escolas incentivavam mais, saudade boa mesmo.


        Excluir
    18. Oi!
      Não faço ideia de quais livros da coleção Vagalume que já li, principalmente porque os acervos das escolas que estudei eram melhores na coleção da Turma da Mônica (e umas unidades do Sesinho perdidas), daí não conheço esse livro nem de nome ou de história.

      Beijão
      https://deiumjeito.blogspot.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Giovanna,

        Agora ficou conhecendo...kk..., espero que tenha oportunidade de ler esse, tenho certeza que vai gostar.



        Bjs.

        Excluir
    19. Oi Marco, tudo bem?

      Nossa que saudades me deu agora dos tempos de escola em que toda semana pegava um livro da editora Ática para ler. Bons tempos!

      Não me recordo se cheguei a ler, esse mas a capa não me é estranha. O que eu mais gostava as obras que a editora lançava é que muitas das histórias tinha relação com o Brasil e nossas lendas. Que saudades!

      Beijos;*
      Ariane Reis | Blog My Dear Library.

      ResponderExcluir
    20. Este é um clássico! merece ser lido por todos
      Blog Entrelinhas

      ResponderExcluir