• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Parceiros
  • Resenhas
  • Contato
  • Ordem Vermelha: Filhos da Degradação - Felipe Castilho - Editora Intrínseca!


    Sinopse

    Você destruiria seu mundo em nome da verdade?

    A última região habitada do mundo, Untherak, é povoada por humanos, anões e gigantes, sinfos, kaorshs e gnolls. Nela, a deusa Una reina soberana, lembrando a todos a missão maior de suas vidas: servir a Ela sem questionamentos. No entanto, um pequeno grupo de rebeldes, liderado por uma figura misteriosa, está disposto a tudo para tirá-la do trono.
    Com essa fagulha de esperança, mais indivíduos se unem à causa e mostram a Una que seus dias talvez estejam contados. Um grupo instável e heterogêneo que precisará resolver suas diferenças a fim não só de desvendar os segredos de Untherak, mas também enfrentar seu mais terrível guardião, o General Proghon, e preparar-se para a possibilidade de um futuro totalmente desconhecido. Se uma deusa cai, o que vem depois?
    Ordem Vermelha: Filhos da Degradação é o preâmbulo da jornada de quatro improváveis heróis lutando pela liberdade de um povo, um épico sobre resistir à opressão, sobre lutar contra o status quo e construir bravamente o próprio destino. Porta de entrada para um novo mundo com inspirações de fantasia medieval, personagens marcantes e uma narrativa que salta das páginas a cada vila, ruela e beco de Untherak. O primeiro livro de fantasia que a editora Intrínseca lança em parceria com a CCXP - Comic Con Experience, escrito por Felipe Castilho em cocriação com Rodrigo Bastos Didier e Victor Hugo Sousa.












    Resenha:



    No princípio não havia nada, somente os seis deuses, que em toda a sua bondade criaram o mundo e suas maravilhas, desta maneira acharam por bem criar protetores para cada uma delas. Para as montanhas os gigantes, altos e fortes, capazes de limpar picos enevoados e de tratar a tundra, para as cavernas os anões, pequenos, mas resistentes, como os valiosos minérios que lá se formavam, para guardar as águas os gnolls, silenciosos como a chuva e velozes como os rios, para os bosques os sinfos, leves como o pólen carregado pelo vento eles são os responsáveis pela magia invisível, para os terrenos rochosos e suas selvas fechadas os kaorshs, altivos e esguios, preparados par traspor obstáculos e responsáveis por dar cor ao mundo e, por fim, os humanos receberam as planícies, fortes  e de boa saúde, eles cuidariam do solo e amariam o que lhes foi dado.
    Mas tomados por uma inveja os humanos cobiçaram os dons das outras criaturas, assim eles envenenaram as mentes delas e a maldizer os deuses, logo desencadeou uma guerra entre as raças. Os deuses decepcionados enviaram pragas e muita destruição e cada raça recebeu uma punição, assim o mundo se reduziu a um deserto que recebeu o nome de Degradação.
    Untherak é a última região habitada do mundo, ela fica aos pés do monte Ahtul, governada há mil anos pela deusa Uma e fica ao lado dos Grandes Pântanos, onde humanos, kaorshs, gigantes, anões, gnolls e sinfos vivem para servir a deusa Una. Mas diante tanta opressão e injustiças duas kaorshs estão dispostas a acabar com esse império, tarefa praticamente impossível, logo um grupo improvável é formado com o mesmo objetivo, mas essa missão não será nada fácil, uma verdadeira provação para todos.
    Esse grupo é formado pela Kaorsh Razzi, pelo humano Aelian, o sinfo Ziggy, o anão Harun, Venoma uma garota assassina e uma figura misteriosa chamada Aparição, que na maioria das vezes não confiam uns nos outros, mas que conforme vão lutando essa confiança vai se firmando, pois enfrentar a deusa Una, a grande e misteriosa Centípede e o temido general Prohgon e seus maculados não é uma tarefa nada fácil e muita das vezes pode ser mortal.
    O autor Felipe Castilho criou um mundo incrível e fascinante com personagens bem construídos e criaturas incríveis, nos encontramos no livro muitas questões atuais, como a descriminação, o uso e tráfico de drogas, outra coisa legal foi o grande destaque para as personagens femininas, mulheres fortes, corajosas e determinadas.
    A leitura flui bem e te prende do início ao fim, uma história cheia de reviravoltas, mentiras, vingança, esperança, batalhas e perdas, o final é surpreendente e inesperado, a capa é muito bonita e criativa e a diagramação não deixa a desejar. Esse livro é uma grata surpresa da literatura nacional e de fantasia, na minha opinião merece todo o destaque que recebeu, para os fãs de literatura fantástica essa é uma leitura obrigatória e eu não vejo a hora de ler a sua continuação.






    Trilha sonora da resenha em homenagem as personagens femininas









    Sobre o autor:



    Felipe Castilho sempre quis estar perto de livros, fosse como leitor ou  como escritor. Com 3 anos de idade, começou a ler as primeiras  histórias. Aos 7, decidiu escrever um livro sobre coisas estranhas que  seu irmão fazia. Na adolescência, quis trabalhar em livrarias, para  poder viver cercado de páginas e ter acesso a elas, o que só aconteceu  mesmo quando seus empregadores puderam contratá-lo sem infringir a lei.  Aos 24, já como autor, participou de coletâneas e finalmente lançou-se  no mundo dos romances, com o primeiro volume desta série. Os inúmeros  elogios que vieram tanto da mídia quanto dos leitores aumentaram mais  ainda seu entusiasmo em continuar escrevendo, e é isso o que ele vem  fazendo com seus livros e contos (publicados quinzenalmente no site  Quotidianos). Apesar de parecer alguém bem comum, seus amigos de São  Paulo, cidade onde nasceu, estão acostumados às suas inúmeras  esquisitices, como odiar pessoas que param do lado esquerdo da escada  rolante e conseguir dobrar o dedão para trás muito mais que você, com  certeza.Felipe Castilho é autor de livros de fantasia. Famoso pela série O legado folclórico, que une mitologia brasileira com o mundo dos videogames, foi indicado ao Prêmio Jabuti pelo quadrinho Savana de pedra. Ordem Vermelha: Filhos da Degradação é seu livro de estreia na editora Intrínseca.







     

    12 comentários :

    1. Eu sinto um orgulho danado quando chego em um blog e vejo resenha de algum livro nacional que não conhecia!
      Adoro o gênero e pelo que li acima, este é um livro bem completo, com reviravoltas, enredo bom, personagens completos e um cenário dos melhores!
      Enredos assim lembram muito Got e oh, a música para acompanhar foi perfeita!
      Espero poder ter e ler o livro.
      Beijo

      ResponderExcluir
    2. Oie,

      Adoro livros de fantasia e ainda mais quando são nacionais.
      Esse eu não conhecia, mas vou colocar na lista.
      Bjs e uma ótima noite!
      Diário dos Livros
      Siga o Instagram

      ResponderExcluir
    3. Oi
      sempre é bem vindo uma história com boas reviravoltas, pelo que falou esse parece ser interessante, ainda não tive chance de ler, mas já li resehas positivas deles.

      http://momentocrivelli.blogspot.com

      ResponderExcluir
    4. Oi Marco!
      Ainda não conhecia esse livro e parece ser ótimo. Que legal ver a Intrinseca investindo em um autor nacional.

      Beijos,
      Sora | Meu Jardim de Livros

      ResponderExcluir
    5. Oiii marco

      Eu ja vi essa capa em vários lugares mas nem sentia direito de que se tratava, amei a premissa da história, é o tipo de livro que acho que vou curtir. Vou anotar essa dica pra ler em breve.

      Beijos

      www.derepentenoultimolivro.com

      ResponderExcluir
    6. Muito bom! Nao conhecia o autor e nao sabia que era um livro nacional! Quero ler...gosto de tramas recheadas de reviravoltas!
      Beijos,
      Monólogo de Julieta

      ResponderExcluir
    7. Oi Marco! Fico muito feliz de saber que você gostou desse livro. Eu adorei, foi uma leitura incrível e surpreeendente. Concordo que o mundo foi muito bem estruturado e acho que isso foi o que mais me fascinou. Estou muito ansiosa pela continuação :)
      Ótima resenha!

      Beijos,
      http://www.abducaoliteraria.com.br

      ResponderExcluir
    8. Olá, como vai?

      Muito legal o post!

      Vou aderir à dica.

      Parabéns pelo blog! Está muito bacana! :)

      Abraços,

      Jennifer.

      http://www.entrelinhasentrepautas.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    9. Não conhecia o livro e achei os nomes dos personagens muito criativos. Entretanto, não é um tipo de livro que me chame atenção, não curto esse tipo de fantasia. Mas parabéns ao autor pela história e a capa é linda!

      Beijos
      - Tami
      https://www.meuepilogo.com

      ResponderExcluir
    10. Oi Marco Antônio, tudo bem com você?
      Amo ler livros de fantasia, cheios de criatividade e universos diferentes de tudo o que conhecemos. Quando vi o lançamento desse livro, logo coloquei na minha listinha de desejados e lendo a sua resenha, sei que vou amar.
      Parabéns pela resenha.
      Bjkas

      http://www.acordeicomvontadedeler.com/

      ResponderExcluir
    11. Os nossos talentos nacionais estão arrebentando e eu fico muito feliz com isso!
      Faz tempo que não leio nada parecido. Gostei demais! ♥

      =)

      Suelen Mattos
      ______________
      ROMANTIC GIRL

      ResponderExcluir
    12. Por mais que teus comentários sobre o livro sejam eufóricos, seja pelos personagens e história bem tramada que quase me convenceram a ler, é o tipo de leitura que não me atrai. Já li fantasias, mas com tanta tramas e lutas assim nunca. Tenho que abrir muito meus horizontes para me render a esse tipo de leitura

      ResponderExcluir